Para frear falsificações, CNH terá novas cores a partir e janeiro

A partir do próximo dia 2, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) terá novas cores e itens de segurança para tentar frear as falsificações do documento em todo o País. Uma das principais alterações será a troca da tinta da tarja no topo do documento. Ela deixará de ser azul e ficará preta.
 
A impressão continua em alto relevo e a mesma tarja do topo passa a ter o mapa do estado responsável pela emissão da CNH, do lado direito. No alto do lado esquerdo, sob o brasão da República, a imagem do mapa do Brasil será impressa com tinta especial de segurança.
 
O fundo do documento vai ficar mais amarelado e alguns elementos gráficos, como números, poderão ser conferidos com o uso de luz ultravioleta. Confira outras mudanças no infográfico abaixo.
 
Todas as carteiras de motoristas solicitadas a partir de janeiro virão com o novo desenho. Os condutores não precisarão trocar as suas CNHs atuais que ainda estão dentro da validade pelo novo documento, segundo informou o Detran.